Um papagaio pouco pontual

Havia no bosque um grave problema de habitação. Por isso, foi convocada uma assembléia geral, na qual deveriam estar presentes todas as espécies de animais. Centenas deles chegaram pontualmente à reunião. Mas… faltava alguém.

– Não vejo por aqui o Lourinho, disse preocupada a ursinha. Ele deveria vir representar seus companheiros de espécie. Que terá acontecido?

Já se percebe que a ursinha não conhecia o Lourinho, um sujeito muito pouco pontual. Costumava chegar atrasado a todos os compromissos, apesar dos conselhos de seus pais.

À mesma hora em que ursinha perguntava por ele, Lourinho estava dormindo tranquilamente. Não havia ligado o despertador e, por isso, dormia a sono solto, roncando em alto e bom som.

Quando Lourinho acordou, ficou arrepiado! A reunião! Por mais que corresse, quando chegou ao local, tudo já havia terminado.

– Que vou dizer aos papagaios do bosque? Interrogou-se ele. Eles vão querer saber o que ficou combinado na reunião! Bem… eu invento alguma coisa e todos vão acreditar decidiu Lourinho.

Tamanha foi a mentira que ele inventou aos seus amigos, que logo foi descoberto.

– Mais valia termos confiado menos num papagaio inteligente como ele e mais num papagaio sério e pontual, que soubesse cumprir seus compromissos! Comentou um deles, aborrecido.

A pontualidade é uma virtude que devemos cultivar.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.