Os Biellenses, Gente Dura

0

Certo dia, um camponês descia para Biella. O tempo estava tao feio que quase não dava para andar pela estrada. Mas o camponês tinha um compromisso importante e continuava a cainhar de cabeça baixa, enfrentando a chuva e a tempestade.

Encontrou um velho que lhe disse:

– Bom dia! Aonde vai, bom homem, com tanta pressa?
– Para Biella – disse o camponês sem se deter.
– Poderia dizer ao menos: “se Deus quiser”.

O camponês parou, encarou o velho e contestou:

– Se Deus quiser, vou para Biella; e, se Deus não quiser, vou do mesmo jeito.

Ora, aconteceu que aquele velho era o Senhor.

– Então, você irá para Biella dentro de sete anos – disse-lhe. – Nesse ínterim, de um mergulho naquele pântano e fique por la sete anos.

E o camponês se transforou em rã de um só golpe, deu um salto e sumiu no pântano.

Passaram-se sete anos. O camponês saiu do pântano, virou homem, enfiou o chapéu e retomou a estrada para o mercado.

Após alguns passos, eis de novo aquele velho.

– Aonde é que vai, bom homem?
– Para Biella.
– Poderia dizer: “se Deus quiser”.
– Se Deus quiser, melhor; caso contrário, já conheço as regras, e posso ir sozinho para o pântano.

E não houve jeito de arrancar nem mais uma palavra dele.

Italo Calvino
Fábulas Italianas
Companhia de Bolso

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.