Os Bandidos

0

Miau, Quac, Muu e Béé eram quatro amigos que gostavam de brincar de bandido e mocinho. Passavam horas brincando. Parecia que estavam interpretando cenas de um filme de “Far West”.

No entanto, Muu e Béé tinham motivos para se queixar pois faziam sempre papel de vítimas e passavam o tempo todo amarrados a postes cravados no chão, enquanto Miau e Quac se divertiam muito, correndo de um lado para o outro.

Não acham que devíamos trocar os papéis, amigos? Uma vez, assaltantes; outra assaltados. Está bem? Queixava-se Muu, apoiado por Béé.

Mas os dois aproveitadores. Miau e Quac, faziam-se de surdos. Tanto insistiram as “vítimas”, que Miau, cansado lhes respondeu.

Se não estiverem contentes, podem ir-se embora. Bastamos nós dois.

Assim fizeram, enquanto Miau e Quac continuavam a brincar. Desta vez, foi Quac que teve de fazer a pior parte da história. Ele protestou, Miau fartou-se e o convidou para ir embora. Quac seguiu o conselho: não perdeu tempo a juntar-se a Muue Béé.

Miau ficou sozinho. Quem seria a “vítima” agora? Não tardou a compreender que tinha sido egoísta. Procurou os três amigos, pedindo-lhes desculpas pela sua conduta. Eles o aceitaram de volta nas brincadeiras. Mas deixaram claro que seria preciso mudar de papéis por turnos.

Todos compreenderam que esta é a única maneira de brincar sem problemas.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.