O Pastor e o Asno

Um Pastor observava tranquilo seu Asno pastando em uma verde pradaria.

De repente, ouviu ao longe os gritos do inimigo que se aproximava.

Ele rogou ao animal para que corresse com ele na garupa, o mais rápido que pudesse, a fim de que não fossem ambos capturados. O Asno com calma, falou:

– Por que eu deveria temer o inimigo? Você acha provável que o conquistador coloque em mim, além dos dois cestos de carga que carrego, outros dois?

– Não, respondeu o Pastor.

– Então – disse o animal – contanto que eu carregue os dois cestos que já possuo, que diferença faz a quem estou servindo?

Ao mudar o governante, para o pobre, nada muda além do nome do seu novo senhor.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.