O papagaio sábio

0

Aquele papagaio já havia percorrido meio mundo e era muito respeitado na selva malaia. Sua formosa plumagem, de exóticas cores, tinha despertado a admiração de artistas e de milionários. Portanto, sua vida tinha sido uma contínua mudança de donos e de ambientes.

O papagaio havia alcançado o topo do êxito quando foi comprado pelo Marajá de Jaipur, um homem riquíssimo e deslumbrante, que tinha dezenas de palácios cobertos de ouro e pedras preciosas, e que se rodeava dos mais caros e exigentes prazeres.

Riqueza, luxo, comodidades… o papagaio tinha chegado a conhecer tudo isso. Um dia, cansado de tantas coisas supérfluas, decidiu fugir de um dos palácios do marajá. Depois de passar por mil perigos, chegou às profundezas da selva malaia.

Foi bem recebido pelos numerosos animais que povoavam tão sombrios recantos. Como não tinha trabalho nem rendimentos, o papagaio compreendeu que tinha de ganhar a vida de qualquer maneira, e teve uma feliz ideia.

– Vou contar a todos as maravilhas que já vi. Com esses relatos, alegrarei a existência dos meus novos vizinhos e, ao mesmo tempo, ganharei dinheiro suficiente para viver com dignidade! disse ele para si mesmo.

Como possuía grandes dotes de orador, foi logo nomeado poeta e cantor do Reino da Selva. A partir desse momento, semeou sonhos e esperanças nos modestos corações dos seus amigos e vizinhos. Agora sim o papagaio é feliz, fazendo felizes os seus ouvintes!

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.