O leopardo travesso

0

Sabemos que quase todas as crianças e animais pequenos costumam ser travessos e brincalhões. Mas podem ter a certeza de que não havia ninguém igual a Tato, o jovem leopardo do bosque.

A mãe não parava de lavar sua roupa, pois tinha de trocá-lo duas e até mesmo três vezes ao dia.

– Mas, meu filho, como é que você faz para sujar tanto a roupa? Por acaso se arrasta pelo chão? Perguntava-lhe ela, desanimada, ao vê-lo sempre sujo e desarrumado.

Pois era qualquer coisa desse gênero que Tato costumava fazer. Mal recebia a roupa limpa, corria a subir nas árvores ou a chafurdar no lodo, em busca de não sei que tesouro escondido. E isto quando não andava aprontando alguma coisa com seus colegas de aula ou brigando com as turmas rivais. Então, nessas ocasiões, além de sujo e coberto de lama, chegava a casa arranhado e com a roupa em pedaços. Nunca andava limpo.

Farta de tanto lavar, a mãe decide dar-lhe roupa limpa apenas uma vez ao dia.

– Quer andar sujo e maltrapilho? Pois bem, a escolha é sua. Mas, já sabe: uma muda de roupa limpa por dia! Avisou ela.

No princípio, Tato não ligou muito, porque, na verdade, tanto se lhe dava andar limpo como sujo. Mas quando percebeu que não o deixavam entrar em muitos lugares por causa de seu lamentável aspecto, Tato começou a ter mais cuidado. Sobretudo, começou a preocupar-se com a conservação de suas roupas, pois a mãe não substituía as que ele havia rasgado.

Assim, Tato aprendeu a ser mais cuidadoso e mais limpo, como um pequeno leopardo deve ser.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.