O burro trapaceiro

0

Há muitos anos, moravam num mesmo curral, um burro, um boi e um cordeiro. Embora pela manhã os três tivessem que trabalhar muito, à tarde podiam descansar à vontade no curral, pois o dono tratava-os muito bem.

Que fazer durante as horas livres? Resolveram passar as tardes jogando cartas ou dados. Quem ganhasse, podia dormir no melhor estábulo. Como se pode imaginar, os três jogavam com o maior afinco.

O burro era um grande trapaceiro.  Ganhava todas as partidas e, por isso, dormia sempre no melhor estábulo. O boi e o cordeiro começaram a desconfiar dele. Para terem certeza de suas suspeitas, fizeram uma pequena cruz em todas as cartas.

Quando o burro voltou a ganhar, na partida seguinte, os amigos lhe pediram:

– Mostre-nos suas cartas, amigo, disse-lhe o cordeiro.

– Isso, as suas cartas! apoiou o boi.

– Estão insinuando que eu estou fazendo trapaça? perguntou o burro, meio sem jeito.

De nada adiantou negar. Teve de mostrar as cartas que tinha posto sobre a mesa. Nenhuma delas estava marcada com uma cruz. Quer dizer, não pertenciam ao baralho e o burro tinha-as tirado da manga. Assim, os dois puderam comprovar suas suspeitas. Realmente há muito tempo o burro os estava enganando.

Desde essa tarde, não voltaram a jogar com ele, pois haviam perdido totalmente a confiança. E passaram a se revezar na utilização do melhor curral.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.