Duas esquilas bondosas

Esquilita e Esquilinha estavam prontas para sair de casa, ambas muito bem arrumadas. Estavam começando as festas da cidade, e as duas queriam divertir-se muito. Podiam escolher entre o circo, o cinema, a feira, o parque de diversões, o teatro infantil… Enfim, várias coisas.

Mas no momento em que estavam para sair, viram seu tio, o doutor sapo, que vinha atender a mãe delas.

Ele parecia preocupado e disse-lhes:

– A mãe de vocês está doente e precisa de sua ajuda. Prometem-me que vão ajudá-la?

– Naturalmente, tio! disse Esquilita. Mamãe merece tudo!

– Pode ir tranquilo, que nós tomaremos conta dela e faremos as tarefas caseiras, prometeu Esquilinha.

É verdade que elas ficaram um pouco tristes de não ir às festas. Mas puseram-se a trabalhar e a cuidar de sua mãe com boa vontade, pois eram filhas boas e responsáveis.
Enquanto uma lavava, a outra limpava o pó. Depois, prepararam o almoço para a mãe, esfregaram o chão e fizeram tudo o que era preciso fazer naquelas circunstâncias.

No dia seguinte, o tio doutor encontrou a mãe bem melhor. Estava quase completamente boa e já queria sair da cama. O doutor sapo, contente com suas sobrinhas, convidou-as a irem ao circo com ele naquela tarde.

Deste modo, Esquilinha e Esquilita ajudaram a sua mãe a melhorar e ainda puderam participar de parte da festa.     

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.