A paciência de Atisha

Atisha, um grande mestre tibetano, tinha um empregado que era muito desagradável. Estava sempre muito mal disposto, resmungava com tudo e arranjava problemas com todas as pessoas do mosteiro. Além disso, era muito malcriado com o mestre.

Indignados com a sua atitude os discípulos imploravam ao mestre que o mandasse embora, que o substituiriam no seu trabalho. Então Atisha respondia:

– E sem ele como é que vou treinar a minha paciência?

Consta que ao fim de uns anos, tratado carinhosamente por Atisha, o empregado se converteu.

Agora quando alguma coisa me irrita ou alguém me aborrece lembro-me desta história e agradeço a “este meu empregado Atisha” que me permite desenvolver a paciência.

Histórias Budistas
Enviada por: Edeli Arnaldi

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.