A baleia orgulhosa

Era uma vez uma baleia muito bonita, que cativava a atenção de todos pela graça de seus movimentos e pelo brilho de sua pele. Ninguém lhe poupava elogios, de tal forma que a baleiazinha julgou ser o animal mais bonito de toda a Criação.

Passava os dias à frente do espelho, arranjando e limpando as barbas, sem ligar aos convites e galanteios dos seus admiradores. A sua vaidade atingiu uma tal dimensão que passava os dias a dizer para si própria:

– Sou a baleiazinha mais bonita dos mares. Ninguém pode competir com a minha beleza e elegância.  Sou a baleiazinha mais bonita dos mares… ficava repetindo todo o tempo.

Não queria brincar nem falar com ninguém e cada vez mais se distanciava de seus familiares e vizinhos.

Um dia, a formosa baleiazinha ficou presa numa rede lançada por uns pescadores. Por mais que tentasse, não conseguia livrar-se dela e a tragédia estava prestes a acontecer. Então, todos juntos, os habitantes dos arredores aproximaram-se da rede e ajudaram a rompê-la, libertando a baleiazinha.

Desde esse dia memorável, a baleiazinha, muito agradecida pela ajuda recebida, aprendeu a respeitar os outros animais e a gostar de todos. Jamais voltou a desprezar qualquer um dos seus conhecidos, nem os outros habitantes do mar.

você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.